Links Patrocinados

segunda-feira, 29 de março de 2010

Nabucodonosor de Verdi - coro dos escravos

Um espetáculo interessante.
Vejam

domingo, 28 de março de 2010

Semear

"Bendito aquele que semeia livros e faz o povo pensar".
Castro Alves

quarta-feira, 24 de março de 2010

Hora do Planeta - 27 Março


No dia 27 de Março, entre as 20H30 e as 21H30, cidadãos e empresas em todo o mundo apagarão as suas luzes durante uma hora, a Hora do Planeta, para mostrar como unidos se pode fazer a diferença na luta contra alterações climáticas. O evento simbólico pretende estimular indivíduos, empresas e comunidades a tomarem medidas para reduzir as suas emissões de carbono numa base contínua e diária. A Hora do Planeta aspira conseguir a adesão de mil milhões de pessoas em 1,000 cidades para ilustrar o apoio das comunidades mundiais à luta contra as alterações climáticas.

A campanha é conduzida pela maior e mais experiente organização de conservação independente do mundo, a WWF-Brasil (“World Wildlife Fund” o que foi traduzido como Fundo Mundial da Natureza em português).

Você pode participar do projeto de forma simples, cooperando consigo e connosco espalhando a mensagem para o maior número possível de pessoas, convidar amigos, colegas e familiares.

Quando estiver com as luzes apagadas, acenda velas ou lanternas. Se estiver num lugar onde tenha visão global, registre o momento com uma foto ou vídeo. Deve ser muito bonito olhar e "sentir" a adesão de muitas pessoas nesse momento. É uma forma de sabermos que aquelas pessoas, naquele momento, estão em sintonia connosco.


Leia mais em http://www.wwf.pt/?190543/Empresas-Portuguesas-Apoiam-Iniciativa-da-WWF-Hora-do-Planeta

Neste site você pode se cadastrar como participante da hora do planeta http://www.horadoplaneta.org.br/

terça-feira, 23 de março de 2010

domingo, 14 de março de 2010

Exemplo de transparência - Parlamento Sueco

Gosto de conhecer essa realidade.
Como o meu filho está morando na Suécia acutalmente, eu vou me dando conta de que essas reportagens são verdadeiras.

É um exemplo a seguir:

CALENDÁRIO HISTÓRICO

Clicar sobre uma data do calendário, por exemplo o dia do vosso aniversário, e mostram-se acontecimentos de há séculos até ao dia de hoje - é uma verdadeira enciclopédia.
http://www.lessignets.com/signetsdiane/calendrier/index.htm

Paris

Recém-lançada, a obra “Paris Under Water: How The City Of Light Survived The Great Flood Of 1910” narra uma das mais brutais lutas de uma cidade contra a natureza das chuvas.
Água por todos os lados, esgotos transbordando, túneis submersos, pânico, pessoas perdidas nas ruas, polícia ajudando, bombeiros salvando, barcos de resgate…
Há 100 anos, Paris conheceu uma das maiores inundações de sua história. O belo Sena, invadiu a cidade atingindo 20 metros acima do seu nível normal. Em 28 de janeiro de 1910 Paris parou, e literalmente afundou.
Depois de uma chuva intensa durante quase todo o mês, a capital francesa foi saturada pelo Sena e simplesmente imergiu como não se via desde o ano de 1650.
Segundo dados da época, a força das águas subterrâneas destruiu mais de 20 mil edifícios deixando mais de 200 mil parisienses sem teto.
A eletricidade (nova na época) desapareceu, os túneis do metrô (novos para a época) foram inundados e a cidade ficou em ruínas, mesmo depois de semanas do dilúvio de 28 de janeiro.
Tudo começou em 20 de janeiro, quando a navegação no rio foi interrompida.
No sábado, 22, o metrô foi inundado e dois dias depois o nível das águas chega a mais de 7 metros . Na noite de 24, usinas químicas em Ivry explodem em contato com as águas, e em 25 de janeiro todas as bombas de água do rio estão completamente paralisadas.
Só em 2 de fevereiro a praça Palais Bourbon conseguiu emergir.
A inundação durou 45 dias e os prejuízos superaram 400 milhões de francos (algo perto de 1,5 bilhão de dólares em moeda recente).
Por ocasião do centésimo aniversário do dilúvio, o escritor e professor Jeffrey H. Jackson capturou, pela primeira vez, o drama dos acontecimentos daquele 28 de janeiro.

http://historic-cities.huji.ac.il/france/paris/photos/flood/flood_1910_paris.html

sábado, 13 de março de 2010

Poesia para a Infância

QUEREM SABER QUEM É QUE EU SOU?

XaTa – Projecto de Poesia para a Infância por Xana Miranda e Tânia Dinis
O XaTa é um projecto de poesia teatral. Existe para adultos e para crianças. Especialmente para ti escolhemos textos do plano nacional de leitura, que deves conhecer muito bem, e outras brincadeiras à volta da nossa língua e da nossa cultura. Temos a certeza que te vais divertir e descobrir que a poesia não é chata, mas é XaTa. No fim vais poder participar connosco e dar o teu contributo para o nosso espectáculo.

Tenda de Saias
xata.tendadesaia@gmail.com
912071503
inf:919633287 ou 224639463
http://tendadesaias.blogspot.com

Projecto inserido na Variação da Cultura
inf:919917835
Sala - Estúdio Latino ( ao Sá da Bandeira )

www.variacaodacultura.blogspot.com

Todos os fins de semana do mês de Março ás 16h e
durante a semana por marcações para escolas ( manhãs e tardes )
Preço: Ao fim de semana: 10 euros adultos
5 euros criança
Durante a semana: 3 euros por criança

Aparece!

quinta-feira, 11 de março de 2010

Falta de iniciativa - mensagem a Garcia

Estou corrigindo portfólio de alunos de uma turma e provas de uma outra turma e fico preocupada com a falta de iniciativa que os nossos jovens demonstram.

Deixo este filme para que os pais, tios, padrinhos, professores comecem a desenvolver esta capacidade nos jovens que são o futuro deste país!!!

O filme é baseado numa Mensagem a Garcia. O texto abaixo foi condensado do original, de Elbert Hubbard 22/2/1899

"Quando irrompeu, no século 19, a Guerra entre a Espanha e os Estados Unidos, o que importava era comunicar-se, rapidamente, com o chefe dos revolucionários, que se chamava Garcia, que se sabia encontrar-se em alguma fortaleza do interior do sertão cubano. Mas sem que se pudesse precisar exactamente onde, era impossível comunicar-se com ele pelo correio ou telégrafo.

O presidente dos Estados Unidos tinha que assegurar-se da sua colaboração o quanto antes. O que fazer? Alguém lembrou ao presidente: - Há um homem chamado Rowan, e se alguma pessoa é capaz de encontrar Garcia, há de ser Rowan. Foi-lhe então, confiada esta incumbência.

Rowan, de imediato, tomou a carta presidencial, meteu-a num invólucro impermeável, amarrou-a sobre o peito e, após quatro dias, saltou de um barco sem coberta, alta noite, nas costas litorâneas de Cuba, embrenhou-se no sertão para, depois de três semanas surgir do outro lado da ilha, atravessando a pé o país hostil e entregando a carta a Garcia.

O que se quer frisar é isto: o presidente deu a Rowan uma carta para ser entregue a Garcia. Rowan pegou-a e nem sequer perguntou: Onde é que ele está? Não é só de ensinamentos dos livros que a juventude precisa. Precisa, sim, de muita persistência para poder mostrar-se eficaz e empreendedor no exercício de um cargo, para atuar com responsabilidade e diligência, para dar conta de uma obrigação. Para, em suma, "levar uma mensagem a Garcia".

O famoso General Garcia não é mais deste mundo, mas há outros "Garcias" no mundo de hoje, em todo lugar, em todas as empresas.

Praticamente todos os homens que se empenhem em levar avante uma empresa, uma instituição, vêem-se envolvidos em momentos de verdadeiro desespero ante a falta de responsabilidade no cumprimento de suas tarefas (para os quais são pagos), de grande número de homens e mulheres, ante a falta de disposição de concentrar a mente numa determinada tarefa e fazê-la bem feita. A normose que se observa em muitos lugares é a desatenção, indiferença irritante, trabalhos mal feitos ou deixados por terminar, não cumprimento dos prazos e horários entre outros.

Actualmente quando pedimos alguma coisa a um jovem, seja aluno ou colaborador, ele faz uma ou mais das seguintes perguntas:
O que é isto?
Onde posso encontrar elementos para executar a tarefa?
Como faço a estrutura do portfólio? ou o que é um portfólio?
Fui acaso contratado para fazer isto?
E se o Senhor pedisse a fulano para fazer?
Precisa disso com urgência?
Para que o Senhor quer isto?
E mesmo que você responda a todas as perguntas, esse jovem irá pedir a um companheiro para que o ajude a "encontrar Garcia" e, depois, voltará para lhe dizer que tal homem não existe ou não foi encontrado...

Esta incapacidade de actuar de forma autónoma, esta invalidez de vontade, esta atrofia de disposição e de iniciativa, para a acção, são as coisas que retardam a evolução do homem e da sociedade em que vivemos.

Ultimamente se tem ouvido muita expressão sentimental, externando simpatia para com os trabalhadores que realizam atividades de sol a sol e muita palavra dura para com os homens ou mulheres que estão na direção de instituições. Entretanto, se é válida a nossa compaixão para com aqueles menos aptos, vale também uma lágrima para aqueles que se esforçam por levar avante uma instituição, empresas privadas ou públicas, cujas horas de trabalho não estão limitadas ao estabelecido no Contrato de Trabalho ou ao som ou apito de encerramento do turno de trabalho, e envelhecem prematuramente, na incessante luta em que estão empenhados contra a indiferença daqueles que, sem o seu espírito empreendedor, andariam neste mundo sem trabalho e sem salário.

O que é importante exaltar, é o homem que trabalha, seja lá de que lado ele esteja (empregado ou dirigente), rico ou pobre, culto ou inculto. Quem promove o desenvolvimento, quem ajuda as instituições a realizarem bem a sua missão, quem moraliza a sociedade é o homem que, ao lhe ser confiada uma "Carta a Garcia", tranquilamente toma a missiva, sem fazer perguntas tolas e sem a intenção oculta de jogá-la na primeira lata de lixo que encontrar. Este homem nunca fica sem trabalho.

A civilização humana busca ansiosa, insistentemente, homens e mulheres nestas condições, que encarem com seriedade o papel que lhes cabe na vida ou lhes foi confiado, que atinjam o objetivo que lhes foi traçado.

Precisa-se de homens e mulheres assim em cada cidade, em cada vila, em cada lugarejo, em cada escritório ou fábrica, em cada grupo de trabalho, em cada turma na Escola ou Faculdade, assumindo plenamente o seu papel.

Precisa-se urgentemente de pessoas que levem "uma mensagem a Garcia".

terça-feira, 9 de março de 2010

Caminhõ de lixo

“Um dia peguei um taxi para o aeroporto.
Estávamos rodando na faixa certa quando de repente um carro preto saltou do estacionamento na nossa frente.
O motorista do taxi pisou no freio, deslizou e escapou do outro carro por um triz!
O motorista do outro carro sacudiu a cabeça e começou a gritar para nós, nervosamente.
O motorista do taxi apenas sorriu e acenou, fazendo um sinal de positivo.
E eu quero dizer que ele o fez bastante amigavelmente.
Assim eu perguntei: 'Porque você fez isto? Aquele motorista quase arruína o seu carro e nos manda para o hospital!'
Foi quando o motorista do taxi me ensinou o que eu agora chamo 'A Lei do Caminhão de Lixo."
Ele explicou que muitas pessoas são como caminhões de lixo. Andam por ai carregadas de lixo, cheias de frustrações, cheias de raiva, traumas e de desapontamento. À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de um lugar para descarregar, e às vezes descarregam sobre a gente. Não tome isso pessoalmente. Isto não é problema seu! Apenas sorria, acene, deseje-lhes bem, e vá em frente. Não pegue o lixo de tais pessoas e nem o espalhe sobre outras pessoas no trabalho, em casa, ou nas ruas. Fique tranquilo...
O princípio disso é que pessoas bem sucedidas não deixam os caminhões de lixo estragarem o seu dia. A vida é muito curta para levantar de manhã com sentimentos ruins, aborrecimentos do trabalho, picuinhas pessoais... assim...
Peça a proteção da energia da natureza para as pessoas que ainda usam o caminhão de lixo...
A vida é dez por cento o que você faz dela e noventa por cento a maneira como você a recebe!”

segunda-feira, 8 de março de 2010

Mulher bonita

Mulher bonita é aquela que briga pela vontade de viver. Tizuka Yamasaki

Homenagem à mulher e aos homens que estão ao lado delas

Foi pelo trabalho que as mulheres transpuseram, em grande parte , a distância intelectual e profissional que acreditavam que as separavam do homem.
Continuemos com a mesma garra!!!
Eles também estão procurando transpor a dificuldade emocional que sentem em relação à nós. JUNTOS, podemos progredir nesta caminhada. Um abraceijo, Angela

Apoio Domiciliario

Uma empresa de Apoio Domiciliario (Gaia)está a precisar de um colaborador.
Preferencialmente alguém da área das Ciências Humanas e Sociais.
Principais funções:
- Apoio aos restantes colaboradores da empresa (Auxiliares de Geriatria)
- Atendimento ao cliente (utente)
- Apoio administrativo
- Visitas surpresa aos utentes
- Divulgação dos serviços
- Pretende-se uma pessoa que seja polivalente e com a sensibilidade que a área de actuação precisa.
Caso vos interesse ou conheçam alguem passem a palavra.
Os interessados que me enviem o CV para jaelsofia@gmail.com

domingo, 7 de março de 2010

O vencedores da 82ª edição dos Óscares

Melhor Filme
Estado de Guerra de Kathryn Bigelow

Melhor Realizador
Kathryn Bigelow com Estado de Guerra

Melhor Actor
Jeff Bridges em Crazy Heart

Melhor Actriz
Sandra Bullock em Um sonho possível

Melhor Actor Secundário
Christoph Waltz em Sacanas sem lei

Melhor Acrtiz Secundária
Mo'Nique em Precious

Melhor Argumento Adaptado
Geoffrey Fletcher com Precious

Melhor Argumento Original
Mark Boal com Estado de Guerra

Melhor Filme Estrangeiro
O segredo dos seus olhos (Argentina)

Melhor Canção
The Weary Kind de Crazy Heart, música e letra de Ryan Bingham e T. Bone Burnett

Melhor Banda Sonora
Michael Giacchino em Up

Melhor Documentário em Curta Metragem
Music by Prudence de Roger Ross Williams and Elinor Burkett

Melhor Documentário em Longa Metragem
The Cove de Louie Psihoyos e Fisher Stevens

Melhor Fotografia
Mauro Fiore em Avatar

Melhor Guarda roupa
Sandy Powell em The Young Victoria

Melhor Filme Animado
Up - Altamente

Melhor Caracterização
Barney Burman, Mindy Hall e Joel Harlow em Star Trek

Melhor Efeitos Especiais
Joe Letteri, Stephen Rosenbaum, Richard Baneham and Andrew R. Jones em Avatar

Melhor Direcção Artística
Rick Carter e Robert Stromberg; Decoração de estúdios: Kim Sinclair em Avatar

Melhor Curta Metragem
The New Tenants de Joachim Back e Tivi Magnusson

Melhor Curta Metragem Animada
Logorama de Nicolas Schmerkin

Melhor edição de Som
Paul N.J. Ottosson em Estado de Guerra

Melhor Mistura de Som
Paul N.J. Ottosson e Ray Beckett em Estado de Guerra

Melhor Montagem
Bob Murawski e Chris Innis em Estado de Guerra

quinta-feira, 4 de março de 2010

Khaled Hosseini - A Cidade do Sol


Mariam tem 33 anos. Sua mãe morreu quando ela tinha 15 anos e Jalil, o homem que deveria ser seu pai, a deu em casamento a Rashid, um sapateiro de 45 anos. Ela sempre soube que seu destino era servir seu marido e dar-lhe muitos filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Laila tem 14 anos. É filha de um professor que sempre lhe diz: "Você pode ser tudo o que quiser." Ela vai à escola todos os dias, é considerada uma das melhores alunas do colégio e sempre soube que seu destino era muito maior do que casar e ter filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Confrontadas pela história, o que parecia impossível acontece: Mariam e Laila se encontram, absolutamente sós. E a partir desse momento, embora a história continue a decidir os destinos, uma outra história começa a ser contada, aquela que ensina que todos nós fazemos parte do "todo humano", somos iguais na diferença, com nossos pensamentos, sentimentos e mistérios.

«Partilhar Leituras & Afectos»

Dia 4, na Biblioteca Municipal:

- «Encontro com a escritora/psicóloga Angela Escada», pelas 15h30

Sessão sobre leitura e afectividade para alunos do 3º Ciclo e Secundário.

- «Partilhar Leituras & Afectos» com Angela Escada (escritora e psicóloga) e as Escolas de Mangualde, pelas 20h30

Sessão sobre leitura e afectividade destinada a pais, professores e comunidade em geral, seguida de uma intervenção dos alunos das escolas.

http://www.faroldanossaterra.net/%C2%ABladainha-da-leitura%C2%BB-no-arranque-da-%C2%ABsemana-da-leitura%C2%BB-do-municipio-de-mangualde/

quarta-feira, 3 de março de 2010

A arte de Philip Johnson - Homens e Mulheres famosas

É uma diversão para casais, famílias, amigos que gostem de cinema e ficar a brincar de identificar todos os rostos. eu ainda não consegui identificar todos.




e aqui temos também outro trabalho dele com as mulheres http://www.artgallery.lu/digitalart/women_in_art.html

terça-feira, 2 de março de 2010

Um texto sem a letra "A".

Sem nenhum tropeço posso escrever o que quiser, pois rico é o português e fértil em recursos diversos, tudo isso permitindo mesmo o que de início, e somente de início, se pode ter como impossível.
Pode dizer-se tudo, com sentido completo, como se isso fosse mero ovo de Colombo, desde que se tente. Sem se inibir, pode muito bem o leitor empreender este belo exercício dentro do nosso fecundo e peregrino dizer português, puríssimo instrumento dos nossos melhores escritores e mestres do verso, instrumento que nos legou monumentos dignos de eterno e honroso reconhecimento.
Trechos difíceis resolvem-se com sinónimos.
Observe-se bem: é certo que, em se querendo, esgrime-se sem limites com este divertimento instrutivo.
Brinque-se mesmo com tudo.
É um belíssimo desporto do intelecto, pois escrevemos o que quisermos sem o "E" ou sem o "I" ou sem o "O" e, conforme meu exclusivo desejo, escolherei outro, discorrendo livremente, por exemplo sem o "P", "R" ou "F", o que quiser escolher. Podemos, em corrente estilo, repetir um som sempre ou mesmo escrever sem verbos.
Com o concurso de termos escolhidos, isso pode ir longe, escrevendo-se todo um discurso, um conto ou um livro inteiro sobre o que o leitor melhor preferir.

Porém, mesmo sem o uso pernóstico dos termos difíceis, muito e muito se prossegue do mesmo modo, discorrendo sobre o objeto escolhido, sem impedimentos.
Deploro sempre ver moços deste século inconscientemente esquecerem e oprimirem hoje o nosso português, culto e belo, querendo substituí-lo pelo inglês. Porquê?
Cultivemos o nosso polifónico e fecundo verbo, doce e melodioso, porém incisivo e forte, messe de luminosos estilos, voz de muitos povos, escrínio de belos versos e de imenso porte, ninho de cisnes e de condores.
Honremos o que é nosso, oh moços estudiosos, escritores e professores!
Honremos o digníssimo modo de dizer que nos legou um povo humilde, porém viril e cheio de sentimentos estéticos, púgil, de heróis e de nobres descobridores de mundos novos!

Autor: Desconhecido.

segunda-feira, 1 de março de 2010

O perigo de uma história única

O perigo da história única começa dentro de casa, na família. Quando nascemos, é o olhar da mãe o primeiro a nos constituir. Só nos reconhecemos como um ser para além da mãe e depois do pai a partir deste primeiro olhar que inicia a nossa construção. Claro que outros constructores também dão os seus contributos, porém inicialmente são sempre os mais próximos de nós, depois a religião, a escola, os grupos...

É mesmo dentro da nossa família, da nossa casa, que iniciamos nosso embate com as histórias únicas. Quando os pais determinam que este filho é calminho, meigo, aquele é despistado, eléctrico e se tiver um terceiro filho, ele também vai receber o seu "elogio" que se transforma em rótulo.

Não é destino desses filhos virem a ser assim no futuro, porém o mais provável é que aqueles filhos assim rotulados cumpram a profecia dos pais. Por isso, é comum ouvirmos: “ele é mesmo assim desde pequeno...”. Claro!!! Quando a criança ouve que é despistada, começa a agir como se espera de uma criança despistada e eléctrica. Afinal, ele está apenas sendo a imagem que a família tem dele.

Depois da família vem a escola, porém geralmente a escola dá apenas continuidade ao "rótulo" que veio da família.
Se não encontramos um professor(a) que rompa as grades deste olhar na escola, nosso primeiro mundo público, temos poucas chances na vida.

A história de mão única na família e depois na escola é um contributo negativo, sem a intenção, oferecido por pais e professores que só fazem o que sabem e precisam cada vez saber mais, para fazer mais e melhor por quem eles educam. Educar é valorizar, acreditar e impulsionar!!!

Assistam a palestra da escritora nigeriana Chimamanda Adichie



http://zambezianachuabo.blogspot.com/2010/02/chimamanda-adichie-o-perigo-da-historia.html

PRECIOSA - uma história de esperança

Este filme estreou em: 12 de Fevereiro de 2010. Tem excelente elenco: Mo'Nique , Paula Patton, Mariah Carey, Gabourey Sidibe, Sherri Shepherd, Lenny Kravitz, Chyna Layne
http://www.weareallprecious.com/

Claireece Preciosa Jones sofre privações inimagináveis em sua juventude. Abusada pela mãe, violentada por seu pai, ela cresce pobre, irritada, analfabeta, gorda, sem amor e geralmente passa despercebida.

A melhor maneira de saber sobre ela são suas próprias falas:
"Às vezes eu desejo que não estivesse viva. Mas eu não sei como morrer. Não há nenhum botão para desligar. Não importa o quão ruim eu me sinta, meu coração não para de bater e meus olhos se abrem pela manhã”.

Uma história intensa de adversidade e esperança. Grávida de seu segundo filho, é convidada a frequentar uma escola alternativa, na qual vê a esperança de conseguir dar um novo rumo à sua vida.



A edição norte-americana da revista Rolling Stone elegeu Preciosa – Uma História de Esperança como o Melhor Filme deste ano. É um daqueles raros filmes que nos deixam com nó na garganta. É perturbador. Vc assiste o filme e no final tem a sensação de que seus problemas não são nada comparados à triste realidade da Precious.

O longa, baseado no livro Push, de Sapphire, conta a história da adolescente negra Clareece "Precious" Jones (Gabourey Sidibe). Analfabeta, vive no Harlem com sua desestruturada família – a mãe é (Mo’Nique) desequilibrada e o pai a engravidou duas vezes. A vida de Precious ganha nova perspectiva quando ela recebe a possibilidade de entrar em uma escola alternativa.

Desde que ganhou o Prêmio de Júri, Prêmio Especial (à atriz Mo’Nique) e Melhor Público no Festival de Sundance, Preciosa – Uma História de Esperança vem acumulando prêmios e indicações. Além de ser cotado para o Oscar, já foi mencionado no Globo de Ouro e no Screen Actors Guild.

Produzido por Oprah Winfrey (A Cor Púrpura) e Tyler Perry (I Can Do Bad All By Myself), o longa, que estreia no Brasil em 29 de janeiro, também conta com nomes como Mariah Carey (Glitter - O Brilho de uma Estrela), Paula Patton (Espelhos do Medo) e Lenny Kravitz no elenco.

Assista aqui os comentários sobre o filme.

Liderança - Seth Godin

Seth Godin brinda-nos com um fantástico livro sobre liderança no panorama actual. Vamos ver algumas ideias soltas captadas ao longo do livro.

Voce pode assistir vídeos sobre o tema, com este autor em http://video.google.com/videoplay?docid=-6909078385965257294#
Primeiro que tudo vamos esclarecer o que é uma Tribo:
- é um grupo de pessoas
- ligadas umas às outras
- ligadas a um líder
- ligadas a uma ideia.


Tribo passou a ser uma escolha
Hoje em dia já não se coloca a questão do “será que é possível eu criar uma tribo?”. Hoje a questão é: “escolho ou não fazê-lo?”. Vamos ver porquê.


Panorama actual
Três coisas aconteceram praticamente ao mesmo tempo:
1. muitas pessoas começam a perceber que trabalham muito e que as coisas em que acreditam são muito mais satisfatórias do que ganhar o cheque ao fim do mês e esperar ser despedidas (ou morrer);
2. muitas empresas descobriram que o modelo centrado na produção em massa não é tão rentável como antigamente;
3. muitos consumidores decidiram passar a gastar o seu dinheiro em coisas que não são “bens produzidos em massa”: moda, histórias, coisas que lhe interessam e coisas em que acreditam.


Gestão vs Liderança
Gestão é sobre manipular recursos para conseguir um trabalho feito; liderança é sobre criar a mudança em que se acredita.
Os grandes líderes criam movimentos impulsionando a tribo a comunicar. Criam as fundações para elas fazerem as ligações, ao contrário do “comandar pessoas” para que elas o sigam.


Autonomia de um movimento
1. Uma narrativa que conta a estória de quem somos e que futuro estamos a tentar construir;
2. Uma conexão entre e através do líder e da tribo
3. Algo para fazer -> quanto menos limites melhor

“Um artista individual precisa apenas de 1000 fãs verdadeiros na sua tribo”.
Hoje em dia uma pessoa tem tudo para criar algo bem maior que ele próprio. Para além disso iniciativa contribui para a felicidade de quem a toma.


Medo
Então se as tribos recompensam a inovação e as pessoas que iniciam movimentos são mais felizes, porque é que toda a gente não o faz? R: MEDO.

A essência da liderança é estar consciente do medo (e vê-lo nas pessoas que se deseja liderar). E não, ele não vai embora, mas a consciência dele é a chave para realizar progressos.

O medo de falhar é sobrestimado porque se se trabalhar para alguém o custo de falhar é absorvido pela empresa, não pela pessoa. “As pessoas não têm medo de falhar. Têm medo da culpa, da critica.”


Fazer algo memorável
O desafio é responder às duas seguintes questões:
1. se for criticado por isto, vou sofrer algum impacto mensurável?
2. como posso criar algo que os críticos VÃO criticar?

“Quando encontrares o desconforto encontraste o sítio onde um líder é preciso”.


Pessoas e poder individual
Não é necessário uma pluralidade ou uma maioria. De facto, na maioria dos casos tentar liderar toda a gente resulta em não liderar ninguém em particular. Uma tribo normalmente começa até por ser um pequeno nicho específico.

Hoje os indivíduos têm mais poder do que nunca na história. Uma pessoa pode mudar a industria; outra pode declarar uma guerra, etc.

“Leaders who set out to give are more productive than leaders who seek to get”. E o principal é que as pessoas conseguem facilmente “cheirar” isso.


O meu micro-movimento
A – TO DO's
1. Publicar um manifesto
2. Tornar fácil os seguidores se ligarem a ti (ex. twitter, facebook, etc.)
3. Tornar fácil eles ligarem-se entre eles (ex. basecamp, ning, etc.)
4. Perceber que o dinheiro NÃO É o objectivo de um movimento
5. Acompanhar o progresso

B – PRINCÍPIOS
1. A transparência é realmente a única opção
2. O movimento tem que ser maior que tu
3. Movimentos que crescem, prosperam
4. Movimentos são mais claros quando comparados com o status quo ou com os movimentos que funcionam em sentido contrario
5. Exclui os “outsiders”. Quem não pertence tem quase tanta importância como quem pertence
6. Mandar os outros abaixo nunca é tão útil como ajudar os seguidores a crescer

“Iniciativa: uma das ferramentas mais poderosas que existe! Porquê? Porque é RARA!”


Notas sobre liderança de uma tribo

Postura do líder
- se não acreditas na minha ideia, a culpa é minha
- se vês o meu produto e não o compras, a falha é minha
- se vais à minha apresentação e ficas chateado, a culpa é minha
- se és um estudante na minha aula e não percebes, deixei-te mal

Elementos da liderança
- Desafiam o status quo
- Criam cultura à volta do seu objectivo e envolvem os outros nela
- Têm uma enorme curiosidade sobre o mundo que tentam mudar
- Usam o carisma para atrair e motivar
- Comunicam a sua visão e tomam decisões com base nela
- Ligam os seguidores uns com os outros
- OUVEM!

Incentivo à leitura - Gotta Keep Reading

Um incentivo a leitura para os nossos jovens.
Esta é a actividade da Ocoee Middle School


Esta é uma actividade numa escola protuguesa, no Castelo da Maia, baseada no projecto Gotta Keep Reading - Ocoee Middle School